Prospecção arqueológica no Planalto Central brasileiro

O registro deste sítio atesta o alto potencial arqueológico da região

Como parte dos estudos relacionados ao licenciamento ambiental da área de pavimentação da Rodovia BR-080, foi realizada a etapa de prospecção arqueológica no trecho compreendido entre os municípios de Cocalinho e Ribeirão Cascalheira, no Estado do Mato Grosso, região do Planalto Central do Brasil.

Conforme previsto no projeto de pesquisa, a equipe de arqueólogos fez uso prático da metodologia de campo, composta pela execução de linhas de caminhamento e a escavação de poços-teste ao longo de todo o traçado da rodovia. O trecho prospectado compreende 200,7 Km de extensão, iniciando-se à margem esquerda do rio Araguaia e transpondo os cursos dos rios Cristalino e das Mortes.

Como resultado destas atividades, foram identificados dois sítios arqueológicos inéditos nesta etapa de prospecção arqueológica. Estes sítios arqueológicos foram caracterizados pela presença de fragmentos de cerâmica indígena dispersos sobre a superfície do terreno. Chamou atenção dos pesquisadores, o fato destas evidencias de ocupação humana estarem dispostos nas imediações dos rios São João e Rio das Mortes, sendo esses ambientes considerados como de alto potencial arqueológico, propícios à ocupação humana pela oferta dos recursos hídricos.

Desta forma, considerando as duas etapas de pesquisa já realizadas sobre a área de pavimentação da rodovia BR-080, compostas pelas etapas de diagnóstico arqueológico, onde foram identificados cinco sítios arqueológicos, sendo quatro sítios cerâmicos superficiais distribuídos às margens dos ribeirões, e um sítio composto por pinturas rupestres; somando aos dois sítios identificados nesta etapa de prospecção arqueológica, foram registrados sete sítios arqueológicos no total, denotando o alto potencial e o rico patrimônio arqueológico da área de abrangência desta pesquisa.

Para a socialização dos resultados da pesquisa, a equipe de arqueólogos encarregada da execução da pesquisa, realizou visita a duas instituições de ensino, nos municípios de abrangência do projeto. Contudo, por conta das regras de distanciamento social, necessárias neste momento, as atividades educativas previstas no projeto para serem desenvolvidas junto aos alunos das escolas, necessitaram ser replanejadas e executadas, num primeiro momento, na forma de divulgação e esclarecimento sobre a pesquisa junto à direção das escolas. Num segundo momento, após agendamento prévio com as escolas, estão sendo realizadas atividades educativas de forma virtual, envolvendo as instituições de ensino participantes do projeto, onde o objetivo principal consiste na socialização dos resultados da pesquisa, bem como, na necessidade de preservação de nosso patrimônio arqueológico e cultural.